4 pontos principais do mapa astral

Os 4 Pontos Principais do Mapa Astral

Primeiramente, os 4 pontos principais do Mapa Astral na astrologia agem como os corpos planetários. Porém, a diferença é que eles não possuem uma manifestação física. Corpos planetários ocupam espaço e têm massa, energia, órbita e influência. Mas, esses pontos de intersecção sensíveis não têm nada disso. Ou seja, não no sentido físico ou material. 

Normalmente,os 4 pontos principais do Mapa Astral representam os pontos de interseção espaciais que se baseiam na eclíptica, nos fatores orbitais ou em outras técnicas aplicadas aos corpos planetários.

Por fim, eles são áreas-chave no Mapa Astral Natal . Portanto, os 4 pontos principais do mapa astral são tão importantes quanto os outros corpos planetários. Por exemplo, o ascendente do nativo de um signo é tão importante de ser conhecido como o próprio signo.

Os 4 Pontos Principais do Mapa Astral

O Ascendente (ASC) 

O primeiro dos 4 pontos principais do Mapa Astral é o Ascendente. O conhecemos como “Signo Ascendente” do nativo de um signo. Em primeiro lugar, o Ascendente é o ponto, ou signo, que apontava no horizonte, no dia, hora e local do seu nascimento. Ou seja, o seu ascendente é o signo do zodíaco que estava subindo no horizonte oriental no momento do seu nascimento.

Em um mapa astral Natal, o ascendente traz as suas qualidades físicas e suas características. A maneira que você se expressa e se mostra para o mundo. Ainda, como você pode se comunicar com os outros. Portanto é o início de você mesmo.  Igualmente as suas forças essenciais e as suas qualidades compartilhadas com o mundo e com os outros. 

Por fim, ele ´é o lado “quem eu sou” do eixo ASC-DSC.

Signo Ascendente 4 pontos principais do mapa astral

O Descendente (DSC) 

Por sua vez, o ponto ou signo descendente é o signo oposto ao seu Ascendente. Ou seja, é o signo do zodíaco que estava se pondo no horizonte ocidental no momento do seu nascimento.

Em um Mapa Astral Natal, ele representa como você lida com os outros. Ou seja, como você lida e se relaciona com os seus amigos, seus inimigos, seus parceiros amorosos e seus parceiros de negócios. 

Em resumo, ele representa o como você se relaciona com “o outro”.


O Meio do Céu (MC)

O último dos 4 pontos principais do Mapa Astral é o Meio do Céu. Para começar o Meio do Céu em latim é Medium Coeli (MC). Enfim, ele é a parte da eclíptica que está em seu ponto mais alto acima do horizonte no momento do seu nascimento do nativo. Ou seja, é o ponto, ou signo, que se encontra no meio do caminho entre o seu signo ascendente e o seu signo descendente.

Em síntese ele trata de todos os assuntos ligados à carreira, ao status, aos objetivos na vida e às aspirações. Do mesmo modo, da sua reputação pública. Porém, lembre-se que as suas metas também podem ser de natureza espiritual e pessoal. 

Em resumo, ele indica essencialmente o que você faz no mundo.

O Nadir (IC) ou Fundo do Céu

Em latim, Imum Coeli (IC) e se traduz como “fundo do céu”. Em síntese, ele simboliza a meia-noite pessoal Do mesmo modo a raiz da sua personalidade e as forças que moldaram você no início da sua vida.



Conheça aqui, alguns dos cursos que recomendo para o estudo da Astrologia

Os Nodos

Os nodos lunares são os pontos onde o caminho orbital da Lua cruza o plano da eclíptica que é o caminho do Sol.

Na Astrologia, os nodos lunares, em essência, indicam de onde você veio e para onde você vai. Do mesmo modo, é a última localização de sua alma e o seu próximo destino. Enfim, também se refere ao conceito de reencarnação e seria. Portanto, é extremamente útil para a compreensão dessas energias reencarnatórias. 

O Nodo sul, trata das energias remanescentes de onde você veio, da sua última encarnação antes desta. Já o Nodo Norte, trata das energias para onde você está indo, a sua próxima encarnação ou o seu destino.

O Nodo Norte – Nodo Rahu

Também o conhecemos como Nodo Ascendente ou a“cabeça do dragão”. Em resumo, é o ponto no espaço onde a órbita da lua cruza a órbita da elíptica do Sol em volta da Terra na parte “de baixo”.

Em um Mapa Astral Natal, o Nodo Norte representa o futuro e o destino em direção ao qual você está indo e se movendo. Igualmente, mostra o seu desenvolvimento espiritual e a culminação desse desenvolvimento. Por fim, é o ponto ou signo onde o inconsciente pode ser recuperado, ou vir à tona, no campo consciente. É o caminho que aponta para onde vamos.

O Nodo Sul – Ketu

Também o conhecemos como Nodo Descendente ou a “cauda do dragão”. Em resumo, é o ponto no espaço onde a órbita da lua cruza a órbita da elíptica do Sol em volta da Terra na parte “de cima”.

O Nodo Sul representa as experiências passadas. Igualmente as experiências adquiridas em vidas passadas. Ambas de alguma forma moldam o que você é hoje. Muitos o chamam de “Nodo do Karma”. Igualmente, representa a separação espiritual. 

Por fim, é o ponto ou signo onde a consciência se desvanece, desaparece ou é encoberto, no inconsciente. É o caminho que aponta de onde viemos.

Amém,  Shalom, Axé, Namasté, Haux, Aloha, Optchá

Se você gostou desse post sobre “Os 4 Pontos Principais do Mapa Astral”, curta comente abaixo e compartilhe nas suas redes sociais.

Escrito por: Homero S Mônaco F é publicitário, atua na área de marketing e marketing digital, possui MBA em gestão empresarial. Estuda e se aprofunda sobre os oráculos e assuntos místicos e esotéricos desde os 15 anos de idade.

Caso queira usar esse artigo sobre “Os 4 Pontos Principais do Mapa Astral” é só entrar em contato.

Deixe um comentário

error: Conteúdo protegido!