Clarividência

Clarividência – Clarividência voluntária e involuntária

Em primeiro lugar, a tradução direta da palavra “clarividência” é “visão clara”. Podemos defini-la como a capacidade de perceber, ou mesmo ver, com o “olho da mente”. É perceber algo que está acontecendo em um local remoto. Tudo isso sem que tenhamos qualquer conhecimento prévio sobre este evento.


Desde já, explico que a maioria dos profissionais e entusiastas da paranormalidade acredita que a habilidade psíquica reside dentro de cada ser humano. Esteja ela bloqueada ou não. De acordo com a crença deles, a maioria das pessoas não usa sua clarividência porque não tem consciência dela. Igualmente, algumas pessoas não querem revelá-la. Enfim, para eles é preciso perseverança para desenvolver as próprias habilidades psíquicas pessoais. Em outras palavras, todos têm uma segunda visão. Mas, ela precisa ser desperta.

Porém, não se preocupe!

Você não precisa fazer uma leitura de tarot ou consultar algum vidente psíquico para desenvolvê-la. Igualmente, isso não precisa ser feito se o seu interesse é alguém escute essas vozes por você. Em suma, é necessário apenas um pouco de introspecção para que você consiga desenvolvê-la.

Clarividência

Tipos de Clarividência


Existem dois tipos básicos de clarividências:

  • As Voluntárias e
  • As Involuntárias.

Sem sobra de dúvida, se vê a clarividência voluntária como algo bom e positivo. Ao contrário, a involuntária se vê geralmente como sombria Do mesmo modo, é vista como negativa e até perigosa.


A maioria dos paranormais afirma que a clarividência voluntária se consegue por meio de uma vida:

  • Boa,
  • Saudável e
  • Generosa.

Assim também, depende da disposição de alcançar o fundo da própria psiquê. E, por conseguinte, de conseguir ver as coisas invisíveis.

Sob o mesmo ponto de vista, se acredita que a pessoa involuntariamente clarividente está aberta às influências espirituais malévolas. Do mesmo modo, ela pode enfrentar o perigo de ser totalmente possuída por um ser malévolo.


Todavia, a clarividência involuntária é imposta à pessoa. A pessoa não têm controle sobre quando e onde ela acontece. A pessoa é uma espécie de vítima desse tipo de clarividência.

Clarividência
Clique e saiba mais

Como desenvolver a clarividência


Muitas pessoas que tentam desenvolver suas habilidades de clarividência, tendem a presumir que saberão o que vai acontecer pelo resto de suas vidas. Principalmente depois que a descobrem.


Contudo, os médiuns eruditos alertam que esta não é a verdade!


É preciso ter cuidado! E, também, saber cultivar adequadamente as habilidades psíquicas para se ter uma conexão saudável com o mundo invisível.


Da mesma maneira, é importante não forçar seus limites. E, nem os limites da energia invisível que o cercam. Pessoas que estudam o paranormal insistem em dizer que fazer isso é brincar com fogo. Asseguram também que é como convidar as influências sombrias para sua vida.


Essas pessoas costumam dizer uma frase mais ou menos assim:

“No mundo físico, as coisas não estão tão sujeitas a mudanças quanto no mundo invisível. Ou, como alguns o chamam, no mundo dos desejos.”,


Por causa disso, clarividentes profissionais e estudiosos do mundo paranormal insistem que as pessoas sérias para que desenvolvam sua clarividência devem ser, acima de tudo, muito bem treinadas. Esse treinamento deve ser feito antes mesmo que elas tentem algo mais avançado.


Muitos parapsicólogos sugerem que os seres humanos nascem clarividentes. Para eles, muitos permanecem assim por pelo menos durante o primeiro ano de vida. Dependendo de seu ambiente e de seu próprio desenvolvimento de espiritualidade pessoal, a criança pode manter esse nível de sensibilidade mais aflorado. Mas, pode também vê-lo diminuir. Isso, se ele não desaparecer totalmente.


Igualmente, esses paranormais sugerem que é necessária uma clarividência positiva para interpretar verdadeira e precisamente o mundo invisível. Assim como, alertar contra o cultivo acidental da energia negativa. Igualmente não incentivar a clarividência involuntária ou negativa. Este tipo de energia que convida à negatividade e, do mesmo modo, as influências malignas para a vida de todos os envolvidos.


E a clariaudiência?


Em síntese, clariaudiência é um tipo semelhante de habilidade psíquica. Ao mesmo tempo, ela inclui ouvir coisas que são inaudíveis para as outras pessoas.


Além disso, muitos médiuns a consideram como se fossem as vozes de espíritos em outro mundo. Ao passo que a maioria das pessoas afirma ouvir as vozes em suas mentes ou “dentro” de suas cabeças. Elas afirmam não ouví-las por seus ouvidos físicos. Embora, alguns afirmem ouvir a esses sons como se fossem do mundo físico. Isso por falta de uma fonte sensorial perceptível à maioria das pessoas.

Se você gostou desse post, curta comente embaixo e compartilhe nas suas redes sociais.

Amém,  Shalom, Axé, Namasté, Haux, Aloha, Optc

Escrito por: Homero S Mônaco F é publicitário, atua na área de marketing e marketing digital, possui MBA em gestão empresarial e estuda e se aprofunda sobre os oráculos e assuntos místicos e esotéricos desde os 15 anos de idade.

Caso queira usar esse artigo em seu site, é só entrar em contato.

Deixe um comentário

error: Conteúdo protegido!