8 plantas medicinais e fitoterápicas que você precisa conhecer

8 Plantas medicinais e fitoterápicas que você precisa conhecer

Antes de mais nada, as plantas medicinais e fitoterápicas são utilizadas desde os nossos antepassados. As pessoas as conhecem por serem fundamentais para o tratamento e a cura de diversas doenças. Acima de tudo, em algumas comunidades elas eram os únicos recursos para o tratamento das doenças da população local.

Enfim, estima-se que pelo menos 80% da população mundial já fez o uso alguma vez de alguma planta para aliviar ou curar os sintomas de alguma doença.

Em resumo, esse efeito de cura ou alívio, acontece porque as plantas possuem substâncias que ajudam no tratamento das doenças.

Entre essas substâncias encontradas nas plantas medicinais e fitoterápicas podemos destacar a ação:

Por causa das propriedades fitoterápicas das plantas elas são conhecidas e classificadas como plantas medicinais.

Nesse artigo você vai encontrar alguns tipos de plantas medicinais e fitoterápicas que são comumente utilizadas para o tratamento de alguns males ou de doenças.

Conheça o curso online Terapeuta em Fitoterapia e Plantas Medicinais clicando no banner abaixo.

Conheça as 8 plantas medicinais e fitoterápicas

A saber, existem diversos tipos de plantas medicinais e fitoterápicas que a população utiliza. Esse uso ocorre tanto no Brasil como no restante do mundo. Definitivamente, cada uma possui as suas particularidades, propriedades e forma de tratar as doenças.  Em conclusão, conheça aqui alguns tipos dessas plantas e para que elas servem.

agriao plantas medicinais e fitoterápicas

Agrião – plantas medicinais e fitoterápicas

Em primeiro lugar, esta planta está comumente presente na mesa brasileira. O Agrião possui sabor amargo, mas é um excelente anti-inflamatório para as vias respiratórias. As pessoas o usam, acima de tudo, para tratar as bronquites crônicas.

Além disso, ele também auxilia no combate à nicotina. Mas vale lembrar que, ele não apaga completamente os estragos causados pelo vício do cigarro.

Como usar:

Antes de mais nada, o consumo do Agrião deve ser de 1 colher de sopa para cada xícara de água fervente. Definitivamente, não o consuma em proporção diferente e a essa informada. Não o consuma mais do que três vezes ao dia.

Atenção! O agrião não deve ser consumido por mulheres grávidas porque possui ação abortiva. Além disso, o excesso de seu uso pode causar a irritação na mucosa do estômago e nas vias urinárias.

alfazema plantas medicinais e fitoterápicas

Alfazema – plantas medicinais e fitoterápicas

Os gregos e romanos a utilizavam em banhos desde a antiguidade.

As flores possuem um aroma calmante. O seu óleo possui mais de 150 propriedades e usos. Ela pode auxiliar desde o combate à insônia até a falta de apetite.

Além disso, os seus efeitos também auxiliam no combate à cistite, um tipo de inflamação na bexiga comum entre as mulheres.

A alfazema também pode ser usada para tratar:

  • a conjuntivite,
  • a enxaqueca,
  • as queimaduras,
  • a bronquite e
  • a tosse.

Como usar:

Para consumi-la, você deve misturar 100 ml de óleo de amêndoa com 40 gotas de essência de alfazema. Então, use essa mistura para massagear o corpo.

Atenção! Não o consuma em excesso. Este chá pode provocar a irritação no estômago.

Alcaçuz – plantas medicinais e fitoterápicas

O alcaçuz tem um sabor fortemente doce. Ele é muito utilizado na Europa e na Ásia.

Em primeiro lugar, esta planta ajuda no tratamento de problemas pulmonares, como por exemplo, as tosses. De igual maneira, ele também é um excelente anti-inflamatório e um fantástico antisséptico.

Algumas pesquisas mostram que a planta também contribui no tratamento da bronquite, da artrite e das alergias.

Como usar:

Enfim, para consumi-lo você deve usar 3 gramas de raiz seca cortada em pedaços pequenos.  Ferva-os em água. Desligue do fogo. Em seguida, deixe a raiz na água por 15 minutos. O seu consumo deve ser apenas de 2 vezes ao dia.

Atenção! O consumo máximo de alcaçuz é de 6 gr. ao dia. Sendo assim, um consumo maior que esse pode aumentar o risco de sua pressão sanguínea subir. Além disso, o consumo não é recomendado para as gestantes, os cárdicos ou os hipertensos.

alecrim plantas medicinais e fitoterápicas

Alecrim – plantas medicinais e fitoterápicas

Como usar:

Para utilizá-lo é preciso misturar 1 colher de óleo essencial de alecrim a uma 1 xícara de azeite de oliva. Em seguida faça massagem com esse óleo na região que está dolorida.

Se você sofreu uma contusão, ou precisa cuidar de alguns hematomas, saiba que o Alecrim é uma das plantas fitoterápicas mais utilizadas para isso.

Do mesmo modo, ele também ajuda a diminuir as dores dos pacientes que sofrem com doenças articulares e reumáticas.

alho plantas medicinais e fitoterápicas

Alho – plantas medicinais e fitoterápicas

O alho é uma planta excelente para tratar o colesterol. Da mesma forma, ele contribui muito para o aumento da imunidade. Ademais, ele ainda tem a propriedade de aliviar os problemas circulatórios. Finalmente, ele também atua como um ótimo antisséptico

Tudo isso é possível por ele ser rico em vitaminas A, B1, B2 e C. Em conclusão, ele é composto por minerais, como por exemplo, o iodo e o enxofre.

Simultaneamente, as pesquisas mostraram que o alho possui potencial anticancerígeno. Entretanto, desde que o seu consumo seja cru.

Como usar:

Primeiramente, para controlar o colesterol é preciso diluir 0,5 gramas de alho em 30 ml de água. Por último, o seu consumo deve ser feito duas vezes ao dia.

Atenção! As pessoas alérgicas não devem consumi-lo. De igual maneira, as pessoas que sofrem de úlcera, de gastrite, de pressão baixa e de hipoglicemia.

camomila

Camomila – plantas medicinais e fitoterápicas

A camomila é uma planta que possui ação anti-inflamatória. Do mesmo modo, ela ajuda a acalmar as cólicas.

Por conter o camazuleno, ela proporciona diversos benefícios, como por exemplo, a hidratação da pele.  Por este motivo, a indústria de cosméticos e de colônias a utilizam na produção de muitos de seus produtos.

Quando a consumimos oralmente, ela contribui para melhorar o nosso tônico digestivo. Semelhantemente, ela também tem a capacidade de eliminar os gases e estimular o apetite. Por fim, ela pode aliviar a irritação da pele, as dores musculares e as dores na coluna.

Como usar:

Para prepará-la você deve usar 6 colheres de sopa de folhas frescas de camomila para cada 1 litro de água.  Por fim, aplique o líquido sobre a região a ser tratada usando uma compressa.

carqueja plantas medicinais e fitoterápicas

Carqueja – plantas medicinais e fitoterápicas

Ela foi trazida ao Brasil pelos escravos africanos. Atualmente, a Carqueja é uma das plantas mais populares no Brasil.

Por ela possuir componentes que favorecem o trabalho do fígado e a digestão, ela é comumente usada quando a comida não cai bem. De maneira idêntica, ela é diurética e contribui na eliminação das toxinas.

Como usar:

Ferva 1 colher de chá da erva para cada uma xícara de água fervente. Tome-a 3 vezes ao dia.

erva cidreira

Erva-cidreira – plantas medicinais e fitoterápicas

Seu outro nome é Melissa. A Erva-cidreira é uma das plantas fitoterápicas que auxilia no combate das cólicas e dos gases.  As suas propriedades calmantes podem te auxiliar muito a relaxar nos dias de maior tensão.

De igual maneira, seu uso pode ser feito para tratar as dores de cabeça e as cólicas intestinais.

Como usar:

Coloque 1 colher de chá de erva-cidreira em uma xícara de água fervente. Tampe por alguns minutos. Coe antes de beber. Consuma esse chá duas vezes ao dia.

Conclusão sobre as plantas medicinais e fitoterápicas

Em conclusão, o uso das plantas medicinais e fitoterápicas é algo que acontece há milhares de anos. Ou seja, desde os nossos antepassados.

Por isso, é comum que as pessoas mais velhas recomendem o chá de alguma planta para tratar alguma doença. Por exemplo, sempre tem alguém que passa uma receitinha que utiliza alguma planta para baixar a febre, para as dores no corpo e etc.

Porém, alertamos que é importantíssimo que você não faça o uso das plantas que você não conhece. Isso não é recomendado porque, obviamente, elas podem provocar intoxicação e problemas de saúde.

Enfim, se você gostou desse post sobre as 8 plantas medicinais e fitoterápicas, curta, comente abaixo e compartilhe nas suas redes sociais.

Amém,  Shalom, Axé, Namasté, Haux, Aloha, Optc

Caso queira usar esse artigo em seu site, é só entrar em contato.

Deixe um comentário

error: Conteúdo protegido!